Artigo - E Vamos À Luta


por Marco Birkheuer, 07/04/14



Já que sou brasileiro necessito tocar o meu pandeiro para o país do futebol, do Swing e da contradição. Pois bem, eis nos aqui com a grandiosa e árdua responsabilidade de receber os estrangeiros exclusivamente para a Copa do Mundo. Vejamos bem, será que conseguimos pelo menos subir no ringue da política sem nos ferirmos? A nação está infestada de corrupção, há desvios de verba para todo lado. O que era para ser investido em hospitais, escolas, vias públicas, está se redirecionando constantemente para construção de estádios.
Me diz quanto foi. 500,00R$? Acrescente vários zeros e verá o enorme estrago feito na sociedade, onde quem manda são os gentleman da high society. Os estádios estão se reformulando e se transformando numa belezura só. No ensino médio da  escola pública diminuíram aulas de biologia (essenciais para quem fará/faz vestibular) para colocar em seu lugar aulas de english, people. Agora nós iremos aprender a falar I Love You, and I Love  You Too para cantar uma música texana sem pestanejar. Os pacientes estão num chão como se fossem objetos inutilizáveis, já que não tem camas ou dormitórios. Seria uma solução cabível interna-los no Maracanã? Enquanto isso, a mídia corporativa só esconde as falhas profundas na nossa inescrupulosa realidade.
A cidade maravilhosa (onde haverá 7 partidas) terá escoltas militares com o objetivo de ser contra-ataque à os niños, que vão às ruas reivindicarem seus direitos, não estou falando das pestes arruaceiras, e sim aqueles que põem o bi-bop no samba e vão á luta segurar o rojão.
E agora? Pôr fé na moçada que vai enfrentar a raia??? Embora a coragem dessa juventude seja admirável, não é o bastante para vencer o leão. Quando nós acordarmos da cara de blefe em que hibernamos por anos, quem sabe toda a mentira, charlatanismo e furtos ao nosso patrimônio que acontecem enquanto as retinas ainda estão sossegadas, será cessada num tapa de luva.
Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo